Saltar para o corpo principal da página

SITE OFICIAL DO CLUBE DE DESPORTOS DA COSTA DO SOL

Chuva abençoa primeira vitória

A primeira vitória do Costa do Sol no campeonato nacional de futebol, o Moçambola 2021, foi abençoada com a chuva que caiu na tarde deste domingo na cidade e província de Maputo.

Depois da derrota na primeira jornada no Caldeirão do Chiveve, a equipa orientada por Horácio Gonçalves, procurava no seu relvado sintético os primeiros pontos para que o Sol continuasse a brilhar no presente ano.

Se o dia não "acordou" com o sol a brilhar, o adversário também tratou de não facilitar as coisas para os canarinhos. O Incomáti de Xinavane que vinha de um triunfo moralizador na ronda inaugural tratou de "fechar os caminhos" para a sua baliza e aos 18 minutos chegou ao golo na transformação de uma grande penalidade a castigar uma falta de Chico sobre Parkim.

Os campeões nacionais procuraram a todo o custo o golo da igualdade ainda no decorrer dos primeiros quarenta e cinco minutos, mas as suas intenções esbarravam no guarda-redes Joaquim que com duas grandes defesas travou os remates de Jorge e Isac, deixando os dirigentes e treinadores a beira de um ataque de nervos.

Na etapa complementar os canarinhos chegaram ao golo da igualdade num canto batido por Nelson e que teve uma resposta positiva de Abel que de cabeça colocou a bola no fundo da baliza de Joaquim que saiu aos papéis.

Mas antes do tento de empate da equipa de Horácio Gonçalves a partida esteve interrompida durante 12 minutos devido a chuva que caía com alguma intensidade e dificultando a visibilidade. O Sol não brilhava desde as primeiras horas do dia, mas o triunfo estava guardado para a equipa da casa.

Quando os açucareiros lutavam para no mínimo sair do ninho do canário com um empate, o Costa do Sol, talvez "empurrado" pelos "santos da casa" chegou ao golo da vitória, tento que surgiu num lance aparentemente inofensivo, com Mário que saltou do banco de suplentes a cabecear para o fundo da baliza de Joaquim.

Na próxima jornada o Costa do Sol desloca-se ao santuário do 25 de Junho, para defrontar o Ferroviário de Nampula, enquanto o Incomáti recebe o Ferroviário de Lichinga.

Chuva abençoa primeira vitória